Arquivo da tag: gaulês

Cello, ‘ martelo’ ou (‘golpeador’)

SUKELLOSO deus galo-romano Su-cellos é representado, ao lado de sua companheira Nanto-Suelta, portando um martelo ou mais precisamente um malho de cabo comprido (RDG 63; sobre esse deus, veja-se Duval 60-63, De Vries 99-105, Sjoestedt Dieux 36-37, Birkham Kelten 610-11). Compreende-se o seu nome como ‘o bom golpeador’ (H. d’Arbois de Jubainville RC 17 [1896]], 49 n. 2) ou ‘aquele que tem um bom martelo’ (V. Henry, ibid. 66). O prefixo su- ‘bom-, bem-‘ é conhecido e -cellos equivaleria a *kel-do-s com a raiz *kel-d ‘golpear’, empregada como o latim per-cellere (*-kel-de) ‘bater’, grego kláō ‘destruo’, lituano kálti ‘golpear com um martelo, forjar’ e kùlti ‘bater (o trigo)’, IEW 546, DELL 111. J. Zeidler chamou a minha atenção para outra etimologia proposta por W. Borgeaud, IF 74 (1969), 139-46, de Su-cellos por *su-kweslo- com delabialização do kw depois de u (cf. bretão bugel de *bou-colios < *gwou -kwoli̯os) comparável ao antropônimo galês Pwyll (*kwēslo-), bretão poell ‘prudência, sabedoria’, irlandês antigo cíall ‘bom senso, sabedoria’, LEIA C-93; o sentido de Su-cēllos seria ‘Aquele a cuja atenção nada escapa; the well-aware-one‘; talvez então o teônimo Uitio-celus encontrado em Coudoux, AE 1992, 1180, (por Uitu-, porém o irlandês antigo fidchell e o galês gwyddbwyll ‘tipo de jogo de damas’ remontam a *u̯idu-kwēslā, LEIA C-94). A forma Su-caelus deve ser uma variante ortográfica de Su-cel(l)us, a menos que se deve entendê-la como *su-cailos ‘bom presságio’, bretão coel etc. que seria então um nome diferente. Cf. também os antropônimos Ar-cellus DAG 529, So-cellinus 842, Uer-cellius ‘Grande Golpeador’? Ceni-cello ‘golpe distante’? e Su-cella no Noricum (RPS 54 e 155). Há um antropônimo Kellos entre os vênetos itálicos que poderia ser gaulês (Lingua Venetica 118); para os topônimos: Uer-cellae no Piemonte, hoje Vercèlli, Vercel (Doubs, Vercellis, 1148), *Cello-ialon > Cellule (Puy-de-dôme, Cellolio 1230).

Delamarre, Xavier. Dictionaire de la Langue Gauloise (2004), pp. 113-4.

Tradução: Bellouesus /|\

Anúncios