O Furor do Espectro (Baile in Scáil)

lettercerto dia, Conn estava em Tara, depois de derrotar os reis. De manhã cedo, ele subiu à fortificação real de Tara, antes do nascer do sol, junto com seus três druidas, Mael e Bloc e Bluicne, e seus três fili [poetas], Ethain e Corb e Cesarn. Pois esse grupo costumava levantar-se todo dia para vigiar, não fossem os homens do sídhe [fadas; Tuatha Dé Danann] capturar a Irlanda sem que eles percebessem.

Era para a rampa que ele costumava ir sempre e ele topou com uma pedra sob seus pés e pisou nela. A pedra gritou sob seus pés, de modo que se ouviu em toda a Tara e por Brega. Então, Conn perguntou a seus druidas porque a pedra tinha gritado, qual era o seu nome, de onde viera e para onde iria e porque viera a Tara. O druida disse a Conn que não lhe diria o nome até que se passasem cinquenta e três dias. Quando esse número se completou, Conn perguntou ao druida novamente.

Então o druida disse: “Fál [destino] é o nome da pedra. É da ilha de Fál que ela foi trazida. É em Tara da terra de Fál que ela foi colocada. É na terra de Tailtiu que permanecerá até o Dia do Julgamento. E é nessa terra que haverá uma assembleia festiva durante o tempo em que existir realeza em Tara. E o governante que não a encontrar [ou deixá-la?] no último dia da assembleia será um homem condenado nesse ano. Fál gritou sob teus pés hoje”, disse o druida, “e profetizou. O número dos gritos que a pedra lançou é o número de reis que de tua raça virão até o Dia do Julgamento. Não serei eu quem te dirá seus nomes”, disse o druida.

Então eles viram uma grande névoa ao seu redor, de forma que não sabiam aonde estavam indo por causa da vastidão das trevas que caíram sobre eles. Ouviram o ruído de um cavaleiro aproximando-se deles. “Ai de nós”, disse Conn, “se ele nos levar a uma terra desconhecida!” Então o cavaleiro fez três arremessos de lança contra eles e o último chegou até eles mais rápido que o primeiro. “Está se erguendo para ferir um rei”, disse o druida, “quem quer que faça um arremesso contra Conn em Tara!” Então o cavaleiro cessou seus arremessos e aproximou-se deles e deus as boas-vindas a Conn e convidou-o para acompanhá-lo a sua morada.

Eles então prosseguiram até chegarem a uma planície e ali havia uma árvore dourada. Lá havia uma casa com um poste central de findruine [uma liga metálica branca] com trinta pés de comprimento [914,4 m]. Entraram na casa e viram ali uma jovem e uma coroa de ouro estava em sua cabeça. Havia uma tina de prata com argolas de ouro em volta, cheia de cerveja vermelha. Havia uma caneca de ouro na sua borda e uma taça de ouro diante dela. Viram o próprio scál [espectro] na casa, diante deles em seu trono. Jamais houve em Tara um homem do seu tamanho ou da sua formosura, por causa da beleza de suas formas e da maravilha de sua aparência.

Ele lhes respondeu e disse: “Não sou um fantasma, nem um espectro. Vim por causa de minha fama entre vós, desde a minha morte. E sou da raça de Adão: meu nome é Lugh, filho de Eithliu, filho de Tigernmas. É por este motivo que vim: para relatar-te a duração de teu reinado e de cada rei que haverá em Tara.”

E a garota que se sentava diante deles na casa era a Soberania da Irlanda e foi ela quem deu a Conn sua refeição: a costela de um boi e a costela de um javali. A costela do boi tinha vinte e quatro pés de comprimento e oito pés entre seu arco e o chão. Quando a garota começou a distribuir as bebidas, ela disse: “A quem será dada esta taça?” e o espectro lhe respondeu.

Quando ela tinha nomeado cada governante até o Dia do Julgamento, eles entraram na sombra do espectro, de modo que não viram nem o recinto, nem a casa. A tina e a caneca de ouro e a taça foram deixadas com Conn. E daí vêm os relatos de O Sonho do Espectro e A Aventura e Viagem de Conn.

Texto irlandês

Tadução: Bellouesus /|\

Nota: o texto foi traduzido até a frase Is de sin atá Aisling an Scáil et Egtrai & Targraide Cuind. A partir desse ponto, segue-se uma relação dos reis irlandeses, que foi omitida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s