Druidismo: como e para quê?

frankensweaterSem usar de uma verbosidade desnecessária ou recorrer a bibliografias extensas, cabe definir o Druidismo como uma dentre as muitas formas possíveis de interação entre o homem e o mundo. O mundo é a matéria-prima do Druidismo. O Druidismo é possível hoje porque se encontra inteiro no mesmo lugar de onde foi laboriosamente extraído no passado: ao nosso redor. Se não for encontrado a cada momento em todo recanto, inútil será buscá-lo em qualquer fonte.

Mas que se observe isto: o mundo que hoje nos serve de mestre já não é o dos antigos celtas e as lições que ele tem a ensinar não podem ser iguais às dos antigos. O passado já teve sua vez. As palavras dos velhos cronistas, passadas de geração em geração, e os restos exumados pela pá do arqueólogo não nos ensinam o que fazer ou como fazê-lo. Essas informações trazem ao Druidismo apenas uma indicação de como podemos olhar a realidade que nos cerca. Em certos casos, até sugerem uma conclusão.

O estado altamente fragmentário dos dados disponíveis não nos assusta nem preocupa. Aquilo que faltar será fornecido pela mesma Vida que antes nos proveu.

Qual a busca do Druidismo? Essa é uma pergunta cuja resposta apresenta possibilidades de variação em número tão elevado quanto o das definições de “Druidismo”. No entanto, alguns objetivos comuns podem ser apontados:

– Resolver conflitos de forma não-violenta;
– Definir a posição do ser humano no mundo e a necessidade da ética no relacionamento do homem com o homem e com todas as outras espécies;
– Propor formas de produção e de consumo que não agridam o meio-ambiente;
– Enfatizar a responsabilidade individual e a autodeterminação;
– Promover a valorização do ensino, do conhecimento, do estudo e a meritocracia;
– Valorizar a discussão e a participação ampla em questões de interesse coletivo.

Ideias como essas (e outras que não foram citadas) abrigam-se sob o rótulo “Druidismo”. Quem declara “sigo o Druidismo”, declara ser partidário dessas mesmas ideias.

Os rótulos são importantes na medida em que descrevem com precisão o conteúdo. Quando você se adequa ao conteúdo, passa a merecer o rótulo, não o contrário. Mas isso a gente acaba descobrindo, é só questão de tempo. Às vezes leva menos, às vezes, um pouco mais.

Bellouesus /|\

Anúncios

2 ideias sobre “Druidismo: como e para quê?

  1. Pingback: Aprender sobre Druidismo | cezinha – vate

  2. Pingback: O que é o Druidismo? – O livro de buadach

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s