O Bote

coracle-1024x768

Um jovem precisava atravessar uma grande e escura floresta para chegar à casa de seu lorde. A floresta era muito densa, os galhos das árvores tão entrelaçados que o rapaz quase não conseguia ver o céu.

Esse jovem chegou a um grande rio que cortava a floresta. Havia na margem um pequeno ancoradouro e neste um bote com remos estava amarrado. O moço colocou-se na embarcação e remou até a margem oposta.

Ao desembarcar ali, ele pensou: “Foi-me útil este barquinho, melhor levá-lo comigo.” O moço então pôs o bote nas costas e adentrou a floresta, que era neste lado tão fechada quanto no outro e, por essa razão, o volume do bote obrigava-o a avançar com muita lentidão e penosamente.

Vendo que seria melhor desfazer-se do barquinho, o rapaz voltou à margem e depositou-o ali, para que ficasse à espera de outro passageiro necessitado. Desse modo, pôde atravessar a floresta com desembaraço e chegar com mais celeridade a seu destino.

Bellouesus /|\

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s